PUBLICIDADE

Novidade no Brasil

SkinCeuticals lança linha contra os sinais do envelhecimento da pele

O envelhecimento cutâneo é um processo natural e irreversível e, por este motivo, a indústria vem investindo no desenvolvimento de novas tecnologias para ajudar a retardar esse processo.

Uma das principais causas do envelhecimento cutâneo é a glicação, que ocorre quando o excesso de moléculas de glicose se liga a fibras de colágeno e elastina, promovendo a formação dos AGE’s, sigla em inglês para Advanced Glycation End-Products. As AGE’s são substâncias responsáveis pelo enrijecimento e degradação das fibras dérmicas, e consequentes perda de elasticidade da pele e formação de rugas.

SkinCeuticals, líder no mercado americano e brasileiro de antioxidantes e queridinha de celebridades de Hollywood, traz para o Brasil o tratamento antienvelhecimento com grande eficácia e resultados visíveis em apenas 12 semanas*. A linha é composta por dois produtos: A.G.E. Interrupter, para o rosto, e A.G.E. Eye Complex, para a área dos olhos. Formulados com a potente combinação de ativos que combatem a glicação para corrigir os sinais do envelhecimento da pele madura.

– SkinCeuticals já é reconhecidamente a marca de dermocosméticos com altas concentrações de ativos e com esta linha não poderia ser diferente. A.G.E. Interrupter, por exemplo, possui 30% de Proxylane, um percentual que não é encontrado em nenhum outro produto do mercado. É poderoso, diz Beatriz Campos, diretora da marca.

Os produtos terão uma distribuição seletiva, estarão disponíveis somente no e-commerce da marca (www.skinceuticals.com.br ) e em onze lojas na cidade de São Paulo.

SAC: 0800 701 7371

 

Sebrae mostra como donos de salão podem tornar negócio mais rentável

Fazer uma diferença efetiva nos pequenos negócios de beleza é o maior objetivo do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) ao participar da 9ª edição da Beauty Fair, em São Paulo. Com uma equipe de consultores especialistas na pequena gestão, a entidade oferece auxílio aos empreendedores visitantes da feira com dicas de administração, marketing e jurídicas. “Queremos mostrar como os donos de salão podem fazer seu negócio rentável”, afirma Andrezza Torres, coordenadora nacional de serviços do Sebrae. O assédio do público da Beauty Fair ao estande do Sebrae é alto, e com justificativa. Atualmente, 99,6% do setor de serviços em beleza no Brasil tem faturamento anual de até R$ 3,6 milhões – ou seja, enquadram-se como pequenos negócios, segundo o Sebrae. São mais de 500 mil negócios de beleza legalizados no país, com um aumento de sete mil empreendedores individuais (EI), por mês, ao segmento. “Hoje, a cidade de São Paulo abre mais salão de beleza do que lanchonete nas ruas”, comenta Elderci Garcia, responsável pelo atendimento setorial do Sebrae-SP. O empreendedor que procurar os consultores do Sebrae na Beauty Fair poderá, se for caso, até formalizar o seu negócio. Entre 2012 e 2013, o estado de São Paulo registrou um crescimento de 48,2% no número de micro empreendedores individuais (MEI) com atividades no ramo da beleza. “É uma curva ascendente, e o nosso trabalho tem ajudado a abrir as portas para a formalização”, afirma Elderci. Segundo Andrezza, os maiores benefícios de tornar-se um MEI é criar um CNPJ – uma exigência do mercado na prestação de serviços – e ter a segurança da Previdência. No entanto, estima-se que apenas 20% dos negócios de beleza no país atualmente sejam legalizados, segundo Andrezza. Consciente da forte demanda do setor, a entidade oferece 42 projetos no país específicos para o atendimento customizado à área de beleza, desde a formação do salão. Entre eles, uma parceria técnica com as empresas L´Oreal e Matrix a fim de gerar oportunidades aos MEIs de tornarem-se microdistribuidores de cosméticos. Outro projeto, e lançado na Beauty Fair, é o Salão Móvel: duas cadeiras de cabelereiro e manicure montadas dentro de uma van que percorrerá o estado de São Paulo pelos próximos doze meses com consultoria especializada em salões de beleza. “Transformar o fluxo do salão em negócio sustentável e rentável é um desafio. Não basta ser só um talento. O empreendedor tem que entender de todo o negócio”, diz Elderci.

Norma de boas práticas

Pensando no futuro do mercado de beleza e cosméticos, o Sebrae espera lançar em março do ano que vem uma norma técnica inédita no país para garantir as boas práticas nos salões de beleza. O projeto tem o apoio da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). “Discutimos a norma em comitê com voluntários, associações e sindicatos. Ela é representativa das características dos negócios de todas as regiões do país”, afirma Andrezza. Outra colaboração do Sebrae ao setor é o apoio ao projeto de lei ´Salão Parceiro´, em tramitação no Congresso Nacional. Seu texto prevê regulamentar a atuação de cabelereiros, manicures e esteticistas como autônomos nos salões de beleza – fora do vínculo empregatício praticado atualmente. O objetivo é reduzir os altos custos de suas carteiras de trabalho. “O ambiente tributário e trabalhista é complicado, e as altas comissões são um impedimento para a atuação destes profissionais sob as exigências da CLT”, comenta Andrezza.

Informações: Carla Bianchi Comunicação

Colorama lança Coleção Famosa inspirada em frases das redes sociais

A Colorama acaba de lançar a Coleção Famosa inspirada nas famosas frases das redes sociais. As seis cores cremosas e mais duas com efeitos especiais são divididas em três categorias e remetem ao universo teen e às meninas conectadas às redes sociais.


Todos os produtos são dermatologicamente testados e não possuem em sua fórmula ingredientes alergênicos como Tolueno, Formaldeído e Dibutilftalato.

Vamos conhecer as cores?

Cremoso (2,65 reais)
Curte! – azul puro e profundo

Cintilante (2,65 reais)
#ProntoFalei – amarelo marcante
BFF – laranja aberto e vibrante
Compartilha! – azul claro

Verniz & Cor (2,65 reais)
<3 Amoo – rosa claro
Me Add? – verde pistache

Efeitos Especiais (5,90 reais)
Flash – esmalte com bolinhas brancas que dão efeito similar ao de spray de grafite.
Pop Up – esmalte com bolinhas pretas que dão efeito similar ao de spray de grafite.

SAC Colorama: 0800 701 0114

A competição aumentou no mercado de beleza

Com um mercado tão dinâmico quanto o de tecnologia, as empresas de cosméticos estão tendo de se reinventar e criar oportunidades para quem é de fora do segmento para não perder território

O Brasil é o terceiro mercado mundial de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, atrás apenas de Estados Unidos e Japão e à frente de gigantes como a China. Segundo os últimos dados disponíveis, o setor faturou 42 bilhões de dólares no país no ano passado, o que representa um crescimento de 87% desde 2007.

Nesse ritmo, o Brasil deve alcançar a vice-liderança no consumo mundial de cosméticos até 2017. Tudo isso torna o país um mercado decisivo para as maiores companhias de beleza do planeta, sobretudo em tempos de retração das economias americana e europeia.
Porém, pelas mesmas razões, o mercado brasileiro se tornou altamente competitivo e a inovação é o único caminho para as empresas que não querem perder participação frente à concorrência.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), os lançamentos e as novas apresentações de produtos são responsáveis por 35% do faturamento bianual do setor de cosméticos no Brasil, o que implica que a cada quatro anos as empresas precisam reformular quase completamente seus portfólios, tornando o segmento quase tão dinâmico quanto os de informática e telefonia móvel.

Sustentar esse ritmo, entretanto, passa necessariamente pela implantação de uma cultura de inovação constante. “A cultura de uma empresa tem grande impacto nesse processo, já que todos os departamentos precisam colaborar para que as inovações sejam viáveis”, diz Gláucia Gomes, do Centro de Inovação e Criatividade da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Foi o que percebeu a Avon, porque 2012 não foi um bom ano. Depois de sofrer com um prejuízo líquido de 42,5 milhões de dólares, a companhia resolveu mexer no RH de sua operação no Brasil — seu principal mercado consumidor. Em janeiro, a empresa contratou a executiva Alessandra Ginante, ex-vice-presidente de RH da Philips, para comandar a área da Avon no Brasil.

Para os analistas de mercado, a contratação reflete uma tentativa de promover a cultura de inovação na companhia, que tem tido dificuldade para rejuvenescer sua imagem diante dos consumidores.

Mais aqui: http://bzz.ms/9itb

Fonte: Revista Exame – Vanessa Vieira pela Você S/A

Clericot: O tratamento capilar completo da De Sírius

A De Sírius lançou um espumante para os cabelos capaz de promover a purificação profunda do folículo capilar, couro cabeludo e fibra capilar. A novidade chamada Clericot atua de forma borbulhante através da efervescência promovida por seus ativos, removendo todos os resíduos acumulados no fio e no couro cabeludo, proporcionando uma adstringência doce e equilibrada. Interessante, não?

O tratamento capilar é composto por 4 produtos: Gel Clear Frutal, Gel De Espumante, Creme Brut e Soro De Quinino que devem ser manuseados por profissionais. A versão Home Care é composta pelo Shampoo de Espumante e Máscara Brut de Tratamento Intensivo.

Clericot libera uma agradável sensação de frescor provocada pelos ácidos frutais presentes em sua formulação, que resultam em um cabelo totalmente renovado, com vigor e visual de um cabelo saudável, sedoso e com brilho.
SAC: (51) 3044-6000
www.desirius.com.br

Banco Mundial investe 1 bilhão de reais em empreendedoras do Brasil

O Banco Mundial vai investir US$ 470 milhões, cerca de R$ 1 bilhão, na ampliação do financiamento de pequenos e médios negócios liderados por mulheres no Brasil. O investimento será feito pelo IFC, braço da instituição voltado ao desenvolvimento do setor privado.

Segundo o BM, 40% dos negócios registrados na América Latina e Caribe são de mulheres, mas existe um “gap” entre o acesso disponível entre elas e os homens. Com o investimento, a ideia é diminuir essa diferença facilitando o acesso das empreendedoras ao crédito e, com isso,  gerar empregos e fomentar o aquecimento da economia local.

É a primeira iniciativa do Banking on Women na América Latina. Desde sua criação em 2010, o programa fez 20 investimentos, que somam US$ 154 milhões, na Europa, Ásia e Africa.
“A igualdade de gênero é centro na agenda de desenvolvimento no Brasil e expandir esse acesso é crítico como parte da estratégia do IFC para expandir oportunidades e inclusão no país”, disse Jin-Yong Cai, CEO do IFC.

Fonte: Startupi

Janeiro é mês quente para os shoppings do Brasil

Após o Natal, os shoppings centers se organizam para aproveitar o fluxo de visitantes durante o mês de janeiro. As administradoras investem em eventos, realizam atividades de férias e promovem liquidações e, com isso, o período que no passado era visto como de baixo volume de vendas se transformou em uma excelente oportunidade para as marcas. O mês de janeiro não representa mais uma época de “ressaca” do Natal e ganha relevância para o varejo.

Nos últimos anos, o volume de vendas registradas no primeiro mês do ano vem aumentando. Informações divulgadas pela Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce) mostram que em janeiro de 2012, alguns shoppings tiveram um aumento de até 5% nas vendas em relação ao mesmo período do ano anterior. Para este ano, as expectativas também são positivas.

As liquidações são tradicionais nesta época e contribuem para o bom resultado. Com a troca de coleções e renovação das linhas de produtos, o comércio oferece preços reduzidos atraindo as pessoas para os estabelecimentos. Muitos consumidores também visitam as lojas para trocar presentes que ganharam de Natal e acabam realizando novas compras.

Os shoppings criam atividades específicas envolvendo temas como férias e verão. O objetivo é atrair cada vez mais pessoas para um dos 458 estabelecimentos existentes no Brasil e manter o ritmo do setor, atualmente responsável por 18,3% do varejo nacional e por 2,7% do PIB, tendo movimentado R$ 108 bilhões em 2011.

Fonte: Por Bruno Garcia – Mundo do Marketing

Rihanna lança sua mais nova fragrância “Nude”

Foi lançada a mais nova fragrância de Rihanna. A essência conta com ingredientes que lembram a infância da cantora em Barbados. Leia mais…

Saiba mais sobre o Prêmio Quality Brasil

O Prêmio Quality tem o objetivo de valorizar o produto nacional e reconhecer empresas que se destacam nas mais diversas áreas. Conheça algumas… Leia mais…

Página 1 de 912345...Última »
Desenvolvido por: