PUBLICIDADE

Adolescentes gastam mais em roupas, diz pesquisa

Consumidores de 12 a 19 anos movimentaram cerca de R$ 75 bilhões em 2010

Os jovens brasileiros gastaram cerca de R$ 75 bilhões em 2010. Os dados são do Tru Study 2011, um levantamento anual realizado pela TNS em 38 países. A maior parte dos entrevistados tem como principal fonte de renda a família, somando 74%, enquanto 27% afirmaram que ela é proveniente do próprio trabalho.

A preocupação com a aparência é o item que consome a maior parte da mesada, sendo roupas e acessórios o que demanda maior gasto entre 37% dos jovens. Os lanches e refrigerantes vêm em seguida, com 10%, na frente dos aparelhos eletrônicos e produtos tecnológicos, com 8%.

Para realizar a compra, os aspectos que este segmento mais valoriza nas marcas são o estilo e a inovação. Nike e Adidas estão no topo do ranking, seguidas por Coca-Cola, Oakley Nestlé, All Star, Natura e Avon.

Leia mais…

Mercado de beleza vive boom no Brasil

O mercado de beleza brasileiro, o terceiro do mundo, atrás apenas de Estados Unidos e Japão, quintuplicou seu faturamento entre 1996 e 2009, segundo dados divulgados no início da semana pela Associação Brasileira de Indústrias de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec).

Leia mais…

Planejamento para gerir um salão é apresentado na Hair Brasil

Paulo Bresciani, sócio diretor da Primeiro Assessoria, apresentou o o workshop “Gestão Contábil para Salões de Beleza”, e atraiu profissionais de todo o país neste primeiro dia de HAIR BRASIL.

O palestrante abordou assuntos como procedimentos para legalização, abertura de empresa, escolha do ponto ideal, contratação de profissionais, gestão contábil específica, encaminhamento de dados corretos para o contador, cruzamentos fiscais, entre outros temas relacionados à gestão contábil.

Segundo Bresciani, é fundamental que o proprietário tenha um planejamento de gestão de seu salão e conte com um profissional especializado na área contratado para fazer este trabalho. “Em 90% dos casos, o cabeleireiro é o próprio administrador do estabelecimento. E ele não é um profissional especializado nisso. É um artista. Por isso, a importância de ter conhecimento dos principais tópicos de uma boa administração.”

Leia mais…

HAIRBRASIL e SEBRAE iniciam a 4ª edição do Seminário para Micro e Pequenos Empreendedores do setor da Beleza

Reafirmando sua disposição de contribuir diretamente na melhoria da gestão nos estabelecimentos de beleza, o SEBRAE – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e a HAIR BRASIL deram início a 4ª edição do Seminário para Micro e Pequenos Empreendedores do Setor de Beleza.

Sempre lotado de profissionais vindos de todos os Estados do Brasil, o evento oferece aos proprietários e dirigentes de pequenos estabelecimentos, informações objetivas e orientação profissional para administrar e fazer crescer empreendimentos do setor, sejam salões de beleza, pequenas clínicas de estética, estabelecimentos para cuidados com as unhas e pés, depilação, entre outros do mercado.

A cerimônia de abertura do evento contou com a presença de Antônio de Carvalho Junior, gerente geral da HAIR BRASIL, e Karen Sitta Fortimue, coordenadora de projetos do SEBRAE.
“Agradeço a presença de todos que vêem neste Seminário a oportunidade de fazer crescer seus negócios e empreendimentos. Como o SEBRAE tem o objetivo de ajudar a construir um Brasil cada vez melhor e sustentável , mantivemos a parceria com a HAIR BRASIL para oferecer orientações aos profissionais que procuram se destacar no mercado fazendo crescer seus empreendimentos do setor da beleza”, afirmou Karen Sitta.

Leia mais…

Eudora pretende atrair 22% das consumidoras de cosméticos

Marca do Grupo Boticário foca principalmente o mercado de vendas diretas com novo modelo de distribuição

 

 O Grupo Boticário expande seus negócios com o lançamento de Eudora. Nascida multicanal, a marca contará com flagship stores e venda na internet, mas seu principal canal de atuação será a venda direta. A iniciativa é resultado da observação de uma oportunidade de mercado, a partir de pesquisas realizadas com mais de quatro mil mulheres nos últimos 18 meses. Ainda no primeiro trimestre de 2011, as consumidoras poderão conhecer os cerca de 300 produtos distribuídos em perfumaria, maquiagem, corpo e banho, além de acessórios.

Leia mais…

Mulheres preferem lojas de rua, diz estudo

Roupas femininas foram produtos mais comprados nos últimos 30 dias

A maioria das mulheres brasileiras prefere lojas de rua. É o que diz um levantamento do Ibope Mídia, baseado nas informações da ferramenta Target Group Index. Segundo o estudo, 69% das consumidoras fizeram compras nos últimos 30 dias. Dessas, 84% preferiram pontos de venda de rua, contra 60% que foram aos shoppings. Já 18% afirmaram ter feito compras pela internet, um aumento de 10% comparado à pesquisa anterior, quando o número era de apenas 10%. Em 2010, o mesmo estudo também indicou a liderança das lojas de rua, com 48%, enquanto os shoppings ficaram com 33% e as lojas de departamento, 24%.

Leia mais…

Classe C lidera consumo de produtos de higiene e cuidados pessoais

 

Principais fontes de gastos são cabelo e corpo

 

 

A Classe C é a líder em consumo de produtos relacionados a higiene e cuidados pessoais no Brasil, é o que aponta a pesquisa realizada pelo Data Popular. Entre as fontes de gastos, as principais estão o cabelo e o corpo. De cada R$ 100,00 investidos neste setor, a média de gasto em cada um dos itens é de R$ 18,50 e R$ 17,30, respectivamente.

Leia mais…

Página 5 de 512345
Desenvolvido por: